img-feed img-feed-email

A INCOMPETENCIA DO SISTEMA DE SAUDE DE BUZIOS II

Parece Novela Mexicana, mas não é... 

continuação do ACIDENTE PARTE I
ACIDENTE PARTE 2


Passados 7 dias, como fui informada ao longo da semana que o enfermeiro que faz a troca da imobilização, somente estaria nesta ultima sexta feira dia 25/02/2011 a partir das das 14h, sigo eu para a policlinica chegando exatamente as 14h, dirijo-me ao balcão e pergunto à atendente onde é a sala para a troca da imobilização, esta me informa que é a sala 14. Pois muito bem, sigo até esta sala, já haviam algumas pessoas aguardando, já eram 14:05, foi quando então eu me dirijo a uma senhora e pergunto se havia alguem ali, esta me respondeu que não. Observei que já haviam algumas pessoas e aguardei tambem. Não paravam de chegar pessoas, tanto para atendimento ambulatorial como para troca de imobilização, aquilo me intrigou, como poderia ser tudo na mesma sala? Retorno eu à recepção ( isso eram 14:20H e o medico ainda não havia chegado ) desta clínica e pergunto à atendente se a troca de imobilização e atendimento medico eram feitos na mesma sala e ela me respondeu que sim. Achei estranho, mas retornei para o mesmo local. Passados mais uns 20 minutos, encontro um vizinho, conto o " causo " e ele me informa que conhece o enfermeiro e pede para acompanhá-lo até ele. Mostro a radiografia, o prontuario ( levei caso fosse necessario ) e muito gentil, o enfermeiro me conduz de volta à recepção para que eu pegue uma senha. Fiquei surpresa e indaguei porque se eu já estava ali desde as 14h, já tinho ido pedir informação DUAS VEZES ali e a CRIATURA da recepção, em nenhum momento me disse que teria de pegar a tal senha. Final das contas; peguei o ÚLTIMO número de atendimento 24, graças à imensa inteligencia e atenção dos profissionais contratados por dívida de campanha eleitoral nesta prefeitura. Pasmem, já eram 15h e o medico não tinha chegado. Já com dor no pé por ficar tanto tempo de pé, sentei-me ao lado de uma senhora que coincidentemente havia sido atendida no mesmo dia e pelo mesmo médico carniceiro, pasmem, ele a tratou mal e ao final, sequer passou remedio antiflamatorio e para dor, resultado: ela está com o pé infeccionado e inchado.
Não demorou muito deste momento e o médico chegou, começando assim o " atendimento ". Creiam-me, a média de tempo de atendimento era de um minuto e meio, isso mesmo que voces leram, para voces terem uma ideia, eu fui atendida exatamente as 15:40h. Este médico atendeu 24 pessoas em 40 minutos. Imagino que agora você está começando a ter uma ideia da REAL situação da saúde de Búzios.
Entro no consultorio, a pergunta trivial: " o que houve " contei o relato que ja tinha feito acima e mostro a radiografia. Este médico fez a mesma pergunta que a enfermeira da imobilização fez no dia do acidente: " ele puxou o dedo para o lugar? " e novamente eu respondi que não. Bem, daí ele já começou a me explicar que eu necessito de uma cirurgia urgente, que com o tempo que passei com a imobilização já deveria ter formado um " calo " e que não é só fratura e tambem luxação. Ele demonstrou certa indignação, pediu radiografia, deu-me encaminhamento, e solicitou que eu me dirijisse à secretaria de saude para tomar as devidas providencias. Ao chegar no escritorio da Secret. de Saúde dentro da policlinica à procura de Otho, que não se encontrava, fui atendida por uma atendente, que tambem não tinha identificação, que ligou para o hospital Rodolfo Perrissé para avisar do meu encaminhamento para a cirurgia. Esta atendente foi informada pela COLEGA deste hospital que o médico ortopedista só iria chegar as 20:30h.
Com os papeis que o ortopedista da Policlinica me deu, retonei à minha casa, eram 16h. Fazer o quê no Hospital Rodolfo Perissé se o médico não estava lá, somente chegaria as 20:30h? Resolvi esperar em casa, mesmo porque não tinha ambulância. Nesse interim fui informada que esse monstro que fez o primeiro atendimento, o ERNANI LACERDA NASCIMENTO CRM 52.58799-5 é médico concursado da prefeitura e que tem diversas denúncias e reclamações na Secretaria de Saúde contra ele de erro médico e outros absurdos. Agora o porquê que esse ANIMAL ainda não foi exonerado é uma coisa que nós, a população, gostariamos de saber. Pois ele recebe salário do município para aleijar as pessoas pagantes de IPTU. E mais, essa criatura tem consultório particular em Cabo Frio.


Leiam um pouco mais sobre a saúde em Búzios neste link do Blog do Luiz do PT  
Povo da Rasa impede fechamento de Posto de Urgência (PU)

Aguardem o post ACIDENTE PARTE 3



Share/Save/Bookmark

/
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Anjo Vadio em Búzios | Modificado por Marcia Bispo