img-feed img-feed-email

NOVA BIBLIOTECA MUNICIPAL = CARA DE PAU

A prefeitura de Búzios esta montando sua biblioteca municipal e em breve terá tambem internet para pesquisa pública. Ótimo!!! Já recebeu mais de 1000 livros doados.
Mas o mais interessante de tudo isso é o fato de que os livros da ONG Associação Pro Vida de Búzios do Lira ( Antônio Oduvaldo Lira Pinto ) quando de seu fechamento por falta de verba municipal ( ou falta de interesse municipal ) alegaram que o " conteudo não era de interesse da Secretaria de Educação ", dito pela propria secretária na época.
Acho interessante neste momento de montagem da nova biblioteca, que considero fato importatíssimo, sequer mencionarem o acervo da ONG Associação Pro Vida de Búzios que totaliza um acervo de 19 mil livros e que contabilizava a visita mais de 60 mil visitantes. Declarada de utilidade pública pela prefeitura de Búzios em 1998, e pelo governo do Estado em 2008.
A vereadora Joice Costa na época saiu em defesa das bibliotecas. “Acho que é um projeto importantíssimo. Eu mesma, quando jovem, fiz uso da biblioteca para pesquisas escolares. É uma pena o que está acontecendo”, lamenta.
No orçamento de 2010, os vereadores voltaram a incluir a Pro Vida, para receber subvenção. “Incluímos a Pro Vida, e outras entidades que fazem trabalhos que o município não faz, mas infelizmente até agora não saiu”. A vereadora lembrou também que, para complicar ainda mais a situação, a atual administração enfrenta questionamentos legais a respeito de subvenções pagas no governo anterior de forma irregular, o que tem dificultado repasses em geral.

Leia todo o conteúdo neste link

LIVROS sem teto


Portanto, não entendo o"  hoje " e o"  antes ". Antes não podia porque o conteúdo não fazia juz ao que a secretária de educação acreditava que era realmente elucidativo ao povo buziano e agora recebem doações, sejam qual for?
 Alan Câmara secretario adjunto de comunicação e cultura no Twitter






Vejam o que Isac tillinger falou na época ( 2009 )

" Prefeitura tem projeto próprio

“As bibliotecas do projeto Pro Vida, sem nenhuma dúvida, em algum momento prestou um serviço à comunidade, entretanto no governo Toninho o Lira se contentou com um emprego e a atenção dada ao projeto foi diminuta. Desta forma as bibliotecas foram caindo de qualidade e passou a não ter o mesmo valor de antes. Seu acervo é grande, porém sem muito conteúdo para os jovens que deveriam ser atendidos, o número de livro tipo Sydney Sheldon e outros é muito maior do que os didáticos”, argumenta o secretário de Turismo e Cultura de Búzios, Isac Tillinger.
( Devemos concluir hoje que Sydney Sheldon hoje é mais interessante para a nossa biblioteca? )
O secretário lembrou que as bibliotecas municipais têm funcionado a pleno vapor ( que bibliotecas? ), ressaltando, porém, quanto às bibliotecas comunitárias, que “visto sem olhos críticos", é melhor tê-las funcionando, que fechadas”.
Isac explica que a intenção da prefeitura, no entanto, é ter uma grande biblioteca central e salas de leituras nas escolas. “Neste sentido, o prefeito Mirinho já autorizou a elaboração de um projeto de arquitetura para ocupar o espaço que fica em frente à pousada Mandrágora que abrigaria a biblioteca/videoteca/museu de imagem e som (memória buziana)."

Faça-me o favor né?

O trabalho de 19 anos com a ONG Pro Vida do Lira nesta cidade foi para o lixo?
Então hoje o que existe é fazer um monumento politico para a cidade onde o prefeito possa assinar seu nome para a eternidade como o feitor da primeira biblioteca municipal da cidade, usando de um oportunismo pobre, baixo e piegas. Pois ao final esta mendingando por doações, e doações essas iguais ao do acervo do da Pro Vida
Sem contar a propaganda deste secretario adjunto que ao ser indagado no Twitter fugiu das perguntas.

É muita hipocrisia e oportunismo para o meu gosto.

/
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Anjo Vadio em Búzios | Modificado por Marcia Bispo