img-feed img-feed-email

UM MANIFESTO LEGAL - ASSINE VOCE TAMBEM

Não é de hoje que Búzios sofre por diversos problemas que começam nos interesses de apropriação terra indevidamente e que acabam em briga politico-judiciaria. Então vem a questão: As articulações políticas que por fim unem pessoas que não tem o menor interesse no bem comum e na comunidade e sim, e tão somente ,em seus próprios bolsos e benéfices, geram circunstâncias específicas a quem bem de direito de " interesse ". Guerra judiciaria entre grilheiros e seus verdadeiros donos, inconpetência, conivência da administração local e do juduciário por serem amigos das partes.
Por conta disso, entre outras coisas, temos em várias fontes do noticiario o digníssimo Juiz de nossa comarca o Sr. Dr. João Carlos de Souza Correa, onde vocês podem ler o que ocorre nos seguintes links abaixo

Além de ter dado voz de prisão a uma agente da Operação Lei Seca após ser flagrado sem habilitação ao volante de um carro sem placa, o juiz é acusado de ter desacatado turistas que reclamaram de uma festa barulhenta que promovia num quarto de hotel; de ter obrigado um funcionário da concessionária Ampla a religar a luz de sua casa, cortada por falta de pagamento; de ter discutido com um policial rodoviário federal após passar por um posto da PRF em alta velocidade e com um giroflex proibido ; e de "pendurar" contas em estabelecimentos comerciais. 

E mais, este juiz da 1ª Vara de Búzios, na Região dos Lagos - que está sendo investigado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) após uma série de decisões polêmicas em processos sobre disputas fundiárias na região -, sofreu na terça-feira 01/03/2011 uma derrota na Justiça. A 2ª Câmara Cível julgou procedente o pedido de apelação da sentença que condenava a jornalista e professora Elizabeth Peres da Silva Prata por calúnia e difamação.
Em 2007, o magistrado deu voz de prisão à jornalista quando ela divulgou uma carta aberta aos moradores de Búzios relatando supostas irregularidades praticadas por João Carlos Correa. Entre elas, a jornalista citava a sentença proferida pelo juiz anulando o tombamento provisório de bens culturais e naturais no litoral de Búzios, feito pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). 

E agora a população de Búzios coagida por seus intenpéries, vem a público pedir encarecidamente a ajuda de todos os cidadãos de bem deste país, tentando unir forçsr para banir esta pessoa desta cidade.

Então, eu aqui em meu humilde BLOG peço a todos vocês moradores, amigos e simpatizantes que assinem este abaixo assinado on line com link abaixo e ajude-nos as expurgar essa criatura deste balneário tão lindo, porém tomado por irregularidades.

CONTO COM VOCÊ!!!

Manifesto Popular para saida imediata do Dr. João Carlos de Souza Correa juiz da comarca de Armação dos Búzios

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/8457


/
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Anjo Vadio em Búzios | Modificado por Marcia Bispo